Redes Sociais
(67) 3026.6311
NOTÍCIAS

Profissionais do Crea/MS escolhem presidente em 15 de dezembro

Publicado no dia 08/11/2017 - Fonte: Correio do Estado - Publicado por: -
Cerca de 10 mil profissionais devem escolher a diretoria regional e federal que representará o Conselho Regional de Engenharia  e Agronomia de Mato Grosso do Sul (Crea/MS), para o próximo triênio. O pleito marcado para 15 de dezembro terá locais de votação em 17 municipios de Mato Grosso do Sul, facilitando assim a participação dos filiados que residem no interior. 

Além da eleição regional, o Sistema elegerá representantes  para Conselho Federal (Confea) e diretoria regional da Caixa de Assistência dos profissionais do Crea (Mútua). A participação é espontânea, no entanto, os profissionais registrados deverão regularizar a situação junto ao conselho até 14 de novembro.

O sistema Confea/Crea e Mútua representa os seguintes profissionais: todos os segmentos da engenharia, agrônomos, geógrafos, geólogos, meteorologistas, tecnólogos e técnicos de nível médio  da área da engenharia e agronomia. Os vencedores assumirão mandato entre 1º de janeiro de 2018 a 31 de dezembro de 2020. 

CANDIDATOS
Ao todo, quatro candidatos disputarão as eleições para o próximo triênio: os engenheiros agrônomo Dirson Artur Freitag (reeleição) e Abrahão Malulei Neto, engenheiro civil Marco Antônio Paulino Maia e engenheiro ambiental Rodrigo Costa.

Para representação federal concorrem: Cláudio Calheiros (engenheiro agrônomo), Murilo Pinheiro (engenheiro eletricista), Jobson Andrade , Joel Krüger, José Ribeiro e Urubatan Barros (todos engenheiros civis).

Para diretoria geral da Caixa de Assistência Mútua-MS participam: Ahmad Hassan Gebara (engenheiro civil) e Vânia Abreu de Mello (engenheira agrimensora) para diretores gerais;  Ângelo César Ajala Ximenes (engenheiro agrônomo) na diretoria financeira e Valter Almeida da Silva (engenheiro civil), para diretoria financeira.

Cabe destacar que o Crea/MS atua como órgão fiscalizador que protege a sociedade de danos causados por trabalhos não legalizados ou profissionais que não sejam habilitados. Com essas medidas o conselho impede a atuação de leigos, garante segurança para a população e mercado de trabalho para o profissional registrado.

Para conhecer o currículos dos candidatos, acesse: https://www.creams.org.br/eleicoes-2017-conheca-o-curriculo-e-plano-de-trabalho-dos-candidatos/